Violência política no Brasil disparou nos últimos anos

Um estudo mostra uma subida de homicídios e atentados contra candidatos e detentores de cargos públicos em 2019. País tem eleições municipais no próximo mês.

jair-bolsonaro,america-sul,violencia,mundo,eleicoes,brasil,
Foto
Homicídio da vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco, em Março de 2018, abalou o Brasil EPA/ETIENNE LAURENT

Cássio Remis, pré-candidato a vereador de um município em Minas Gerais, gravava um vídeo em directo para o Facebook em que denunciava irregularidades na obra de uma casa que servia de sede da recandidatura do autarca de Patrocínio, Deiró Marra, seu principal adversário político. Foi interrompido pela chegada de um homem que lhe retirou o telemóvel. Ao tentar recuperá-lo, Remis, de 37 anos, foi baleado cinco vezes e morreu. O autor dos disparos, identificado pela polícia como Jorge Marra, irmão do autarca e secretário de Obras da cidade, fugiu de imediato.