Foto

SaveCook: a app de receitas, criada por estudantes, para nos ajudar a poupar

Criada por quatro estudantes de engenharia, a SaveCook é uma aplicação que permite a partilha de receitas, bem como o acesso a uma lista de compras e preços dos seus ingredientes.

A quarentena foi tempo de grandes criações para muitos. Foi o caso de João Veloso, Martim Vieira, Rita Rebelo e Filipa Gouveia, quatro estudantes de Engenharia da Universidade Nova de Lisboa, que, numa conversa de grupo online, decidiram juntar duas das suas paixões: a cozinha e a tecnologia.

Surgia, em plena pandemia, a SaveCook, uma aplicação com o objectivo de “ajudar os utilizadores a poupar nos supermercados e a organizar as suas refeições”. “Gostamos de cozinhar e estávamos a passar por tempos difíceis”, explica João, numa chamada telefónica com o P3. E previa-se que “as pessoas começassem a cozinhar mais em casa, a fazer mais compras online”.

PÚBLICO -
Foto
Da esquerda para a direita: Filipa Gouveia, Martim Vieira, Rita Rebelo e João Veloso DR

Natural de Castelo Branco, o jovem mudou-se para Lisboa no primeiro ano de faculdade, altura em que começou a ganhar o “gosto pela cozinha”. Desde então, tem vindo a aperfeiçoar as suas receitas, mas nunca considerou seguir a culinária enquanto percurso profissional, até porque sempre gostou de engenharia informática. “Programo desde os 15 anos”, esclarece. 

Ainda assim, através da SaveCook, a cozinha não ficou esquecida. Esta nova aplicação permite que os utilizadores possam consultar e partilhar novas receitas, gerando automaticamente uma lista de compras com os ingredientes necessários, que inclui ainda os seus preços nas várias cadeias de supermercados. O processo de desenvolvimento da aplicação, que arrancou no dia 14 de Abril, foi rápido. Depois do “registo do domínio, da estruturação da base de dados e do desenvolvimento gradual”, a SaveCook foi lançada no dia 15 de Junho, criando-se um grupo de Facebook para os utilizadores deixarem sugestões.

“A app foi crescendo”, sublinha João, contando agora com 10 000 downloads e muitas sugestões por parte dos seus utilizadores. O estudante de Engenharia Informática dá destaque a uma “tarte de lima” partilhada na aplicação, que fez as delícias deste jovem de 23 anos que se diz “guloso”, tendo, desde pequeno, um gosto particular pelas sobremesas.

Agora, a equipa de quatro estudantes está a trabalhar em futuras funcionalidades como a “construção de planos nutricionais”. “Porque não planear a semana alimentar de um utilizador e acompanhá-lo nessa jornada?”, questiona João.

Disponível para iOS e Android, a app pode ser descarregada gratuitamente na Google Play e na App Store e promete, entre outros, pães de alho caseiros, bolos de chocolate brigadeiros e crumbles de maçã. 

Texto editado por Amanda Ribeiro

Sugerir correcção