A Música Portuguesa, à Janela, a Gostar Dela Própria: Gabriel Matos - Maxixe Poiarense

Sonhei um dia com um vídeo assim: carros partidos e um músico a tocar um cordofone português. Durante anos lutei para que acontecesse, mas não foi fácil. Mas lá realizei o meu sonho, com o músico Gabriel Matos. Ele conta-nos mais sobre esta música: "Em 2006, ao realizar um trabalho sobre os três maestros da Filarmónica Fraternidade Poiarense da família Carvalho, para um livro desta instituição, em conversa com o maestro Eugénio Carvalho (Sr. Génito) tomei conhecimento que seu pai, Ernesto Henriques Carvalho, teria acompanhado no violão a guitarra portuguesa de Manuel Rodrigues Paredes na gravação de um disco da 78 rpm. Investigando um pouco, descobri que essa gravação tinha ocorrido em Lisboa em Fevereiro de 1928 sob a etiqueta da editora Columbia Records. Entre os vários temas gravados encontrava-se a Maxixe Poiarense, uma composição de Manuel Paredes dedicada a Vila Nova de Poiares. Uma curiosidade: Manuel Paredes era tio-avô de Carlos Paredes e Eugénio Carvalho, trisavô da minha filha Sara. Passado quase um século da sua composição, fica a minha singela interpretação da Maxixe Poiarense em viola toeira."

Em tempos de isolamento social devido ao surto do novo coronavírus, Tiago Pereira, fundador do projecto A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria, começou a convidar artistas de todo o país a filmarem-se a tocar uma canção — é A Música Portuguesa a Gravar-se a Ela Própria. Agora também os filma à janela. O P3 partilha regularmente estes vídeos

Sugerir correcção