Governo quer crianças de famílias de risco de regresso à escola mais cedo

Medida dirige-se às crianças acompanhadas pelas comissões de protecção por maus tratos físicos ou psicológicos, negligências graves ou violência doméstica. Entre elas, irão para a escola as que estão em situação mais grave.

Foto

O Governo quer que as crianças entre os três e os 18 anos a viver em famílias de risco regressem à escola antes do final do ano lectivo. Esse regresso antecipado – independentemente de a criança frequentar o pré-escolar, os vários ciclos do ensino básico ou o secundário – deverá ser decidido como medida de protecção e vigilância das crianças em situação de maior perigo.