Athit Perawongmetha/REUTERS

Lições da peste negra: “O tempo que se segue à calamidade é também perigoso”

Antes de ser dizimada pela peste, a Europa do século XIV era um espaço aberto, cosmopolita e regido pela ideia do bem comum, diz a medievalista Miri Rubin, autora de Cities of Strangers. Como é que a tragédia transformou os europeus desse tempo e o que podemos aprender com eles?

Os nossos antepassados do século XIV não sabiam muito sobre a doença que subitamente ameaçava devastar a Europa, mas sabiam uma coisa: os barcos do comércio mundial que tentavam atracar nas cidades portuárias europeias eram uma ameaça. A partir deles, dos ratos, das pulgas e dos humanos já infectados, espalhava-se esse horror que ficou conhecido como peste negra.