Novos contratos para aeronaves somam mais de 122 milhões

Os três contratos adjudicados pelo Estado-Maior da Força Aérea integram o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais de 2020 a 2023 e atingem exactamente 122.317.321 euros com IVA.

Este ano, o dispositivo prevê que 61 aeronaves estejam operacionais no combate a incêndios
Foto
Este ano, o dispositivo prevê que 61 aeronaves estejam operacionais no combate a incêndios LUSA/MIGUEL A. LOPES

O Estado-Maior da Força Aérea, que desde Janeiro de 2018 tem a responsabilidade de gerir os contratos de meios aéreos de combate a incêndios, fez três adjudicações de valor superior a 122 milhões de euros, referentes a doze aviões anfíbios médios e dois aviões anfíbios pesados. As empresas adjudicatárias são a Agromontiar, a Sevenair e a Babcock.