Entrevista

Teresa Paiva: “As pessoas pobres dormem pior do que as ricas”

Contra os excessos dos jovens, o uso excessivo de medicamentos e os hábitos tardios dos portugueses, a médica defende que o sono é fundamental para ter uma vida equilibrada. Esta sexta-feira celebra-se o Dia Mundial do Sono.

Foto
Miguel Manso

Teresa Paiva dedica-se ao sono em Portugal desde 1983, quando ainda não havia a chamada “medicina do sono”. A médica neurologista é crítica dos hábitos dos portugueses, que só cumprem metade do provérbio: “cedo erguer”, já que “deitar cedo” é outra conversa.