Seixal, um postal ribeirinho a despertar para o turismo

Depois de anos negligenciado, o Seixal está a despertar para o turismo, tendo na frente ribeirinha o seu principal trunfo. Do passado náutico à observação de aves e caminhadas, das histórias e memórias das gentes ao “postal vivo de Lisboa e do Tejo”, razões não faltam para atravessar o rio.

Fotogaleria
Fotogaleria
Fotogaleria
Fotogaleria
Fotogaleria
Fotogaleria

O Seixal está a entrar na rota do turismo, atraindo quem procura o melhor da paisagem ribeirinha, a placidez do bairro antigo ainda de traça tradicional ou quem quer descobrir novos restaurantes e cafés. O projecto de náutica de recreio tem trazido muitos estrangeiros ao abrigo da baía, mas para Joaquim Santos, autarca local, foi com a “obra de requalificação do passeio ribeirinho e de todo o núcleo urbano antigo que se pode dizer que o Seixal começou a surgir como mais um ponto turístico”.