Portugal Home Week cancelado devido a “instabilidade internacional” causada pelo novo coronavírus

O evento-estrela da Fileira Casa Portuguesa estará de regresso à Alfândega do Porto em 2021, avançou a organização em comunicado.

A primeira edição do Portugal Home Week aconteceu em 2019
Fotogaleria
A primeira edição do Portugal Home Week aconteceu em 2019 DR
1.º Portugal Home Week
Fotogaleria
1.º Portugal Home Week DR
1.º Portugal Home Week
Fotogaleria
1.º Portugal Home Week DR
1.º Portugal Home Week
Fotogaleria
1.º Portugal Home Week DR
1.º Portugal Home Week
Fotogaleria
1.º Portugal Home Week DR

A segunda edição do Portugal Home Week, prevista para decorrer de 17, 18 e 19 de Junho, foi cancelada pela organização, depois de o Salone del Mobile, realizado em Milão, ter sido adiado devido ao surto de covid-19 naquela região italiana — onde já morreram 107 pessoas —, passando a coincidir com o evento nacional.

A feira milanesa do mobiliário, inicialmente agendada para de 21 a 26 de Abril, é uma das maiores do sector em termos mundiais, albergando mais de dois mil expositores, oriundos de cerca de 180 países. As novas datas são de 16 a 21 de Junho.

Por cá, a organização do Portugal Home Week, liderada pela APIMA – Associação Portuguesa das Indústrias do Mobiliário e Afins, previa receber mais de cinco mil profissionais internacionais da Fileira Casa e superar os resultados da primeira edição, quer em número de visitantes quer em actividade económica gerada.

Citado num comunicado da organização enviado às redacções, o presidente da APIMA, Joaquim Carneiro, assume tratar-se de uma “decisão difícil”, mas que salvaguarda, simultaneamente, “a saúde pública e o superior interesse das empresas nacionais”. O responsável da associação, que apoia directamente cerca de 80 empresas nacionais presentes no Salone del Mobile, explicou que “dividir esforços e atenção mediática seria negativo para as nossas empresas e para o próprio posicionamento do evento”.

Preferimos apostar no apoio às empresas nacionais nesta fase complicada, que tem afectado não só os encontros empresariais, como as próprias cadeias de fornecimento, e preparar atempadamente uma edição 2021 que reforce, ainda mais, a inovação, a sofisticação e a pujança da Fileira Casa Portuguesa”.

Sugerir correcção