Houve dossiers inteiros que desapareceram do Ministério da Defesa, revelou Azeredo Lopes

“Há talhões inteiros de informação que desaparecem”, admitiu o ex-governante e hoje arguido, no Tribunal de Monsanto, deixando no ar a ideia de que Carlos Alexandre conhece a situação.

,Polícia Judiciária Militar
Foto
Azeredo Lopes diz que as acusações que lhe são feitas pelo Ministério Público “não passam de meras conjecturas gravemente infundadas” rui gaudêncio

O ex-ministro Azeredo Lopes revelou esta segunda-feira em tribunal que quando esteve à frente do Ministério da Defesa deu pelo desaparecimento de dossiers inteiros. O antigo governante não soube explicar o motivo do sucedido, mas também não foi interrogado sobre o assunto, uma vez que esta questão nada tem a ver com o processo de Tancos, no qual é arguido.