Nem o divórcio destronou Jeff Bezos na lista dos mais ricos do mundo

A lista das dez pessoas mais ricas do mundo continua a ser dominada por norte-americanos e por líderes de gigantes tecnológicas.

,Amazon.com
Foto
Jeff Bezos, fundador e presidente da Amazon JOSHUA ROBERTS/Reuters

As dez pessoas mais ricas do mundo somam cerca de 827,5 mil milhões de dólares (aproximadamente 741 mil milhões de euros) em activos, estima a Bloomberg, com a lista a ser dominada por norte-americanos e por líderes do sector da tecnologia.

E a imensa fortuna dos dez mais ricos continua a crescer. Em 2019, este clube restrito ganhou mais 198,79 mil milhões de dólares. Ou seja, por cada dia do ano, estes indivíduos ganharam 544 milhões de dólares. Apenas Jeff Bezos registou prejuízos, ainda que não tenham sido suficientes para afastar o norte-americano do topo da lista. 

Bezos, o patrão da Amazon, mantém o título de homem “mais rico do mundo” mesmo depois de um divórcio custoso. Em Abril do ano passado foram revelados os termos do acordo de divórcio do casal Jeff e MacKenzie Bezos — com a ex-mulher Mackenzie a ficar com 25% dos activos do casal, incluindo 4% das acções da Amazon. O casal Bezos, que tem quatro filhos, tinha até àquela data uma fortuna conjunta avaliada em mais de 157 mil milhões de dólares.

Após a separação, segundo os dados do Bloomberg Billionaires Index, Jeff Bezos ficou com uma fortuna de 115 mil milhões de dólares (mais de 102 mil milhões de euros), tendo perdido no último ano dez mil milhões de dólares. Já MacKenzie, em 25.º lugar na lista dos mais ricos, fica com um património de 37,1 mil milhões de dólares.

O segundo lugar na lista da Bloomberg vai para Bill Gates, co-fundador da Microsoft, com uma fortuna de 113 mil milhões de dólares (mais 22,7 mil milhões do que em 2018), seguido do francês Bernard Arnault, director executivo da LVMH — empresa proprietária de marcas de luxo como a Louis Vuitton e a Moët et Chandon —, com 105 mil milhões de dólares (a fortuna cresceu 36,7 mil milhões de dólares face ao ano anterior).

O top dez inclui ainda Warren Buffett, líder do gigante de investimentos Berkshire Hathaway; o fundador do Facebook Mark Zuckerberg; o empresário espanhol e presidente da Inditex Amancio Ortega e ainda os fundadores do Google, Larry Page e Sergey Brin, que deixaram em Dezembro passado a presidência da Alphabet, a empresa-mãe do gigante da Internet.

Em nono e décimo lugares estão Charles Koch, irmão do bilionário David Koch, e a viúva Julia Flesher Koch com uma fortuna de 62 mil milhões de dólares cada. Em Agosto de 2019, David Koch, co-fundador da holding de investimentos Koch Industries, morreu, com Julia a herdar uma grande parte da sua fortuna.

Consulte aqui o índice da Bloomberg que segue os activos das 500 pessoas mais ricas do mundo.

Sugerir correcção