Dono da Zara retira a Bill Gates o lugar de homem mais rico do mundo

O ranking da revista Forbes, que acompanha em tempo real a valorização das fortunas dos homens mais ricos do mundo, marcou uma alteração no lugar cimeiro.

Amancio Ortega
Foto
Amancio Ortega é desde esta sexta feira o homem mais rico do mundo Reuters

O dono do gigante espanhol da moda e vestuário Inditex, Amancio Ortega, destronou nesta sexta-feira o dono do colosso norte-americano Microsoft, Bill Gates, como o homem mais rico do mundo. O ranking da revista Forbes, que acompanha em tempo real a valorização das fortunas dos homens mais ricos do mundo, marcou assim uma alteração no lugar cimeiro. 

Para além dos rankings anuais, a Forbes esforça-se por manter actualizada a carteira de investimentos dos mais ricos, para sinalizar qualquer alteração de relevo. Ela acabou por acontecer agora, altura em que a valorização dos títulos da Inditex, grupo presidido desde 2011 por Pablo Isla, negoceia esta sexta-feira nos 33,70 euros. As contas já foram feitas pelo El Pais: só a carteira de 59,294% da Inditex que é detida por Ortega dá-lhe uma capitalização bolsista de 62.300 milhões de euros. Somem-se-lhe o património e outros investimentos detidos pelo “senho Zara”, como é conhecido, e a fortuna ultrapassou os 70 mil milhões de euros.

Foi já em Agosto que o grupo dono da Zara ultrapassou, pela primeira vez, a barreira dos 100 mil milhões de euros em capitalização bolsista. O presidente, Pablo Isla, foi recentemente reconhecido como o terceiro executivo de maior sucesso no mundo pelo Harvard Business Review

O ranking estático da Forbes referente ao ano de 2015 continua a dar ao fundador da Microsoft o lugar cimeiro, sendo que Amancio Ortega aparece apenas em quarto lugar. O mexicano Carlos Slim, que detém uma fortuna na área das telecomunicações, está em segundo lugar, e o filantropo Warren Buffet em terceiro.

Com a actualização das variações dos investimentos em bolsa, Bill Gates desce para o segundo lugar (sendo-lhe atribuída uma fortuna de 69,3 mil milhões de euros).

A entrada de Amancio Ortega no ranking da Forbes deu-se em 2001, ano em que a Inditex entrou em bolsa, e foi finalmente conhecido o rosto do “senhor Zara”, que nunca perdeu a sua “obsessão por ser discreto”.

Filho de um ferroviário e de uma dona de casa, nascido em Leão, mas desde 1951, ano em que completou 14 anos, na Galiza, Amancio é o protótipo do self made man. Após os estudos na primária e por necessidade, começou a trabalhar. Primeiro, como paquete da mais conhecida camisaria de A Corunha. Depois, mudou de estabelecimento, demonstrando logo aí a sua grande intuição para os negócios.

Ainda jovem, iniciou o fabrico de roupões que ele próprio distribuía e vendia directamente. Depois, em 1975, vende essa empresa e começa com a fábrica e a primeira loja da Zara, em A Corunha. Foi o começo de um império.

A entrada em bolsa da Inditex em Maio de 2001 permitiu um encaixe de 1,2 mil milhões de euros, e fez-se com peculiaridades: a cada trabalhador do grupo Inditex foi oferecido um lote de 50 acções por cada ano de antiguidade. E foi compensadora: no dia do início da cotação, os títulos subiram 30%. com Nuno Ribeiro

Sugerir correcção