O hotel foi inaugurado em Junho de 2012, com o nome Estrela à Vista, actual Palace Hotel & SPA — Termas de São Miguel Paulo Pimenta

Sonho de um hotel de quatro estrelas fez desaparecer mata municipal em Fornos de Algodres

Os 30 hectares da mata, com um complexo desportivo e muito mais, foram entregues a um privado. Hoje estão lá um hotel e umas termas feitos com dinheiros públicos. O resto está ao abandono. O empresário foi condenado a quatro anos de prisão, com pena suspensa, e arrisca-se a ter de devolver o subsídio que recebeu. Noutro processo, pronto há três anos mas ainda sem despacho final, é arguido com o ex-autarca de Fornos de Algodres.

A vila de Fornos de Algodres, perto da Guarda, tinha uma mata municipal na Serra da Esgalhada. Nos seus 30 hectares havia um complexo desportivo com um campo relvado, dois pelados, um polidesportivo, um centro de interpretação ambiental, uma praça com jogos de água, um circuito de manutenção e um parque de merendas. Tudo equipado como deve ser, bons acessos, estacionamento, caminhos cuidados, iluminação e sinalética. Tudo feito com dinheiros públicos, perto de cinco milhões de euros.