Fábricas de bagaço no limite ameaçam campanha da azeitona

As unidades de transformação só têm capacidade para receber 450 mil toneladas de bagaço de azeitona quando se espera uma produção de 600 mil. Campanha de azeitona deste ano pode parar.

Foto
Ricardo Lopes

Aconteceu o que já previa no final da campanha do último ano: as três fábricas de transformação de bagaço de azeitona, instaladas no concelho de Ferreira do Alentejo (em Fortes e Odivelas) e em Alvito, não dispõem de meios para transformar as cerca de 600 mil toneladas de bagaço de azeitona que se espera para o ano em curso, quando a sua capacidade máxima actual é de 450 mil toneladas.