Torne-se perito

Pode a cimeira da NATO ainda ser um sucesso depois do choque inicial entre Trump e Macron?

Stoltenberg planeou uma reunião curta num espaço tranquilo para contrariar a imagem de uma Aliança em convulsão. Mas o duelo entre os Presidentes dos EUA e da França deixou bem claras as divisões.

Cimeira da NATO
Fotogaleria
Reuters
Fotogaleria
Reuters
Fotogaleria
Reuters
Fotogaleria
Reuters

Donald Trump não precisou de muito tempo para desfazer a coreografia que foi montada para a cimeira de líderes da NATO, esta quarta-feira nos arredores de Londres. Pouco depois de aterrar na capital britânica, e várias horas antes do arranque do programa social do encontro, na terça-feira à noite, o Presidente dos Estados Unidos ignorou o guião — de consenso e unidade — proposto pelo secretário-geral, Jens Stoltenberg, e fez imediatamente estalar o verniz, atirando-se ao já famoso comentário de Emmanuel Macron sobre a “morte cerebral” da Aliança Atlântica.