Bloco quer ouvir directora do programa da DGS para VIH/sida sobre metas para 2030

O país deve trabalhar “para atingir as metas 95-95-95 até 2030 e, se possível, antes disso”, nota o partido, que aponta áreas onde ainda existem dificuldades.

Foto
Andre Rodrigues

No dia mundial da luta contra a sida, que se assinala a 1 de Dezembro, o Bloco de Esquerda anuncia que vai entregar ao Parlamento um pedido de audição da directora do Programa Nacional para a Infecção VIH/sida. O partido quer ouvir Isabel Aldir a propósito das “dificuldades no início do tratamento, no acesso à terapêutica e na disponibilidade da profilaxia pré-exposição [PrEP]” que ainda se fazem sentir em Portugal, refere o requerimento.