PAN propõe que Transparência possa discutir questões sigilosas à porta fechada

A decisão de fechar a porta deve ser feita com ela aberta, propõe a bancada do Pessoas-Animais-Natureza.

,Venezuela
Foto
André Silva (PAN) Daniel Rocha

A discussão sobre o regulamento da nova Comissão da Transparência promete alongar-se: depois de ter defendido que todas as questões fossem debatidas em reuniões públicas e que não existissem encontros da comissão à porta fechada, o PAN propõe agora um regime intermédio que permite que as questões sigilosas sejam discutidas de forma “reservada”, mas a decisão para fechar a porta seja feita com ela aberta.