Estrela do K-pop Goo Hara encontrada morta em casa

A cantora e actriz sul-coreana era alvo constante de ataques nas redes sociais.

,Seul
Foto
A morte da cantora foi recebida com choque pela família e amigos, mas também por muitos fãs Reuters

A cantora e actriz sul-coreana Goo Hara, de 28 anos, foi encontrada morta, no domingo, em sua casa, em Seul. O óbito ocorre um mês e dez dias após a melhor amiga da cantora, Sulli, que também integrou o grupo Kara, ter sido também encontrada morta. A polícia não deu detalhes sobre a ocorrência, adiantando apenas estar a investigar o incidente.

Goo Hara dera indícios, em Maio deste ano, de não estar bem, quando foi hospitalizada devido a uma intoxicação por monóxido de carbono. Após o sucedido, Hara pediu desculpa aos fãs. “Lamento ter causado preocupação (…). Estava a sentir-me angustiada devido a vários incidentes que se acumularam. Vou tentar o meu melhor para mostrar um lado saudável de mim mesma”, escreveu nas redes sociais.

Na noite anterior à polícia ter encontrado o seu corpo, a cantora publicou uma fotografia sua na rede social Instagram, escrevendo apenas “boa noite”.

Tanto Hara como Sulli eram alvos de ataques constantes nas redes sociais, que se intensificaram depois de a primeira ter contado ter sido vítima de assédio e agressão por parte de um ex-namorado.

Em comunicado, a agência de Hara, a Production Ogi, pediu que os media e os fãs “refreassem as chamadas de condolências”, numa altura em que família e amigos “estão profundamente chocados”.

Goo Hara tornou-se uma celebridade assim que integrou o grupo feminino Kara de K-pop, já um ano depois da estreia, em 2008, e para substituir uma das fundadoras. A banda, que se separou em 2016, amealhou diversos prémios, tendo quebrado recordes de vendas na Coreia do Sul e não só. Em 2015, Hara estreou-se a solo, com Alohara (Can You Feel It?), álbum que chegou ao quarto lugar da tabela do seu país.