Quinta da Pacheca recebe prémio Best of Wine Tourism 2020

Enoturismo do Douro onde se pode dormir dentro de pipas foi distinguido pelo júri da Rede Mundial de Capitais de Grandes Vinhedos.

,Lamego
Fotogaleria
DR/Quinta da Pacheca
Fotogaleria
DR/Quinta da Pacheca
,Vinho
Fotogaleria
DR/Quinta da Pacheca
Fotogaleria
Nelson Garrido
Fotogaleria
Nelson Garrido
Fotogaleria
Nelson Garrido
Fotogaleria
Nelson Garrido
Fotogaleria
Nelson Garrido

Já tinha sido premiada na categoria Arquitectura e Paisagens, nos prémios Best of Wine destinados ao Porto e Douro e, agora, tornou-se a “vencedora absoluta” de entre os oito vencedores portugueses. A Quinta da Pacheca, em Cambres, Lamego, foi a escolhida pelo júri da Great Wine Capitals, a Rede Mundial de Capitais de Grandes Vinhedos que junta as forças do vinho e turismo de dez cidades no mundo. 

No coração do Douro, os vinhedos da Quinta da Pacheca remontam ao século XVI e a propriedade ao século XVII. A sua história passa pela força de D. Mariana Pacheco Pereira e, já no século XX, dos Serpa Pimentel. Actualmente, e desde 2012, é propriedade de Paulo Pereira e Maria do Céu Gonçalves, que têm desenvolvido fortemente a vertente ecoturística.

Com cerca de 75 hectares, dedicada a produzir Douro DOC e vinhos do Porto, a quinta abriu-se em grande ao turismo há uma década com a inauguração do The Wine House Hotel. É aqui que hoje se podem encontrar os célebres quartos em pipas.

É precisamente esse detalhe que é destacado na lista de premiados finais dos Best of Wine Tourism 2020, referindo-se que as “pipas gigantes possuem elementos arquitectónicos e de design únicos”, além de “elementos na decoração interior com referências vintage”. “Uma original porta circular de vidro dá acesso ao deck exterior, de onde os visitantes podem admirar as deslumbrantes paisagens do vale do Douro”.

PÚBLICO -
Foto
DR/Quinta da Pacheca

A Quinta da Pacheca junta-se aos vencedores absolutos internacionais, anunciados em gala que decorreu na quinta-feira à noite em Bordéus, que incluem ainda propriedades vinícolas tanto da Europa (além do Porto, Bilbao-Rioja, Bordéus, Mainz-Rheinhessen, Verona), como da Austrália (Adelaide) e Américas (Mendoza, na Argentina; Valparaíso-Casablanca, no Chile; e São Francisco-Napa nos EUA).

Em Portugal, além da Quinta da Pacheca, tinham sido já premiados, regionalmente, a Bago D'Uva 360º (Serviços de enoturismo), Caves Santa Marta (Arte e cultura), Museu & Enoteca 17.56 (Arte e cultura), Quinta da Avessada (Experiências de enoturismo inovadoras), Quinta do Vallado Wine Hotel (Alojamento), Six Senses Douro Valley (Práticas sustentáveis), The Yeatman (Restaurantes). 

Até 21 de Novembro, o público pode agora votar no site da Great Wines Capitals os seus enoturismos preferidos de entre todos os vencedores. O projecto mais votado irá receber o Public Choice Award.                          

Sugerir correcção