Mais um homem acusado pela morte de 39 pessoas em camião no Reino Unido

O condutor do camião onde foram encontrados os 39 corpos já tinha sido acusado das mortes, e, sexta-feira, as autoridades informaram que Eamon Harrison, norte-irlandês de 23 anos, também está acusado de 39 crimes de homicídio, tráfico humano e violação das leis de imigração.

,Morte
Foto
O camião, no dia em que foram encontrados os corpos Reuters/Hannah Mckay

As autoridades britânicas acusaram outro homem pelo homicídio das 39 pessoas descobertas na parte de trás de um camião, em Essex, Reino Unido, na semana passada, de nacionalidade vietnamita. Eamon Harrison, norte-irlandês de 23 anos, é o novo acusado, que se junta ao condutor do camião. Respondem pelos crimes homicídio, tráfico humano e violação das leis de imigração.

Harrison foi presente à justiça em Dublin, na Irlanda, antes do início do processo de extradição para o Reino Unido. Vai permanecer sob custódia até11 de Novembro, disse um porta-voz do tribunal, citado pela Reuters.

As autoridades britânicas procuram ainda mais dois homens: Ronan Hughes, 40 anos, e o seu irmão, Christopher, 34 anos, ambos da Irlanda do Norte. Os advogados da Global Trailer Rentals, empresa que dona do atrelado usado, disseram que Ronan Hughes assinou os papeis do aluguer, dando como morada a sede de uma empresa de transportes com o seu apelido, C Hughes Transports. Já Christopher Hughes surge como o director da C Hughes Logistics.

Vítimas serão vietnamitas

Inicialmente, a equipa de investigação julgava que as 39 vítimas seriam chinesas, mas fonte oficial da polícia confirmou nesta sexta-são do Vietname. Os familiares já terão sido localizados e as autoridades vietnamitas contactadas.

A polícia vietnamita já deteve duas pessoas e convocou outras tantas para interrogatórios no âmbito de uma investigação do crime de tráfico humano, escreve a Reuters.

Nos últimos dias, várias famílias vietnamitas relataram o desaparecimento de familiares que suspeitam poderem estar entre as 39 pessoas encontradas mortas no camião.

Manifestando “profunda tristeza” pela informação avançada, a embaixada do Vietname em Londres referiu em comunicado que a identidade das vítimas precisa ainda de ser validada e confirmada pelas autoridades dos dois países. Já várias famílias tinham contactado a embaixada em Londres, tentando encontrar informações sobre desaparecidos. 

Segundo a polícia britânica, a identificação das vítimas deve ser difícil, já que foram encontrados poucos documentos junto aos cadáveres. Ainda não foi identificada a causa da morte.

Os corpos de 31 homens e oito mulheres foram encontrados no dia 23 de Outubro dentro de um camião refrigerado numa zona industrial em Essex, na Inglaterra. O atrelado terá viajado desde Zeebrugge (Bélgica) até Purfleet (em Essex, Reino Unido) tendo chegado a Thurrock. “Acredita-se que o camião [a secção da frente, que puxa o atrelado] tenha vindo da Irlanda do Norte”, disseram, no dia 23, em comunicado. 

Sugerir correcção