Daesh anuncia nome desconhecido para sucessor de Baghdadi

Agência noticiosa do grupo terrorista confirma oficialmente morte do homem que proclamou o califado.

,Barisha raid
Foto
A agência do Daesh confirmou pela primeria vez a morte de Abu Bakr al-Baghdadi Alaa Al-Marjani/Reuters

O Daesh anunciou o nome do seu novo líder, e é um nome que estava fora dos radares: Abu Ibrahim Hashimi al-Quraishi. A agência Amaq, que divulgou a informação, não deu mais pormenores sobre esta figura. Um nome muito comum, que pode ser uma estratégia para disfarçar a identidade do verdadeiro líder, diz uma jornalista especialista em Daesh.

A confirmação da morte de Abu Bakr al-Baghdadi  pela agência Amaq, o braço de propaganda do Daesh, é a primeira confirmação oficial desta morte e ainda de Abu Hassan al-Muhajir, que lhe poderia suceder. Baghdadi proclamou um califado em 2014 e o seu movimento chegou a controlar uma grande extensão de território, e recursos, na Síria e no Iraque. 

Ambos morreram numa operação das forças americanas no fim-de-semana.

Esperava-se que a figura a liderar o Daesh fosse Abdullah Qardash, braço direito de Baghdadi, encarregado pelo planeamento diário do grupo islamista. 

Aymenn al-Tamimi, investigador da Universidade de Swansea (País de Gales) que estuda o Daesh, disse à Reuters que o nome do novo líder do Daesh é desconhecido, mas que pode referir-se a uma figura de topo chamada Hajj Abdullah, que o Departamento de Estado norte-americano já antes identificou como um dos potenciais sucessores de Baghdadi. Esse é o nome de guerra do saudita Abu Saleh al-Juzrawi, que lidera um organismo executivo do Daesh, disse Tamimi à Al-Jazira, 

“Também pode ser alguém que conhecemos, mas com um novo nome”, disse o especialista.

A jornalista do New York Times especialista em Daesh Rukmini Callimachi diz que tanto o nome do novo líder como o nome do novo porta-voz (Abu Hamza al-Qurayshi) são muito genéricos - “parece que estão a tentar esconder propositadamente a identidade dos novos líderes”, comenta.