Entrevista

“Os populismos nascem da ausência de resposta aos problemas reais das pessoas”

João Cotrim Figueiredo, o deputado da Iniciativa Liberal, é muito claro quanto à sua agenda parlamentar: tentar baixar os impostos, defender a livre escolha na saúde e na educação e criar o sistema de plafonamento na segurança social. Mas garante que também há espaço para a solidariedade.

Foto
João Cotrim Figueiredo considera que a ideologia é fundamental no debate político e que as eleições provaram isso mesmo Rui Gaudêncio

Devido à sua agenda preenchida, a entrevista foi feita entre um almoço de negócios e uma reunião partidária, na esplanada de um hotel de cinco estrelas em Lisboa, na véspera de tomar posse como o primeiro (e único) deputado do Iniciativa Liberal. João Cotrim Figueiredo, gestor e empresário, apresenta-se como business angel, investidor em várias empresas que ajuda na fase de arranque e desenvolvimento, muitas das quais tem agora que abandonar, para não incorrer em incompatibilidades. No parlamento vai defender uma agenda baseada na liberdade do indivíduo face ao Estado em todas as suas dimensões, com a correspondente responsabilidade pelas suas opções. E marca as diferenças com o Chega, cuja matriz diz ser incompatível com a do seu partido.