Após três dias de fogueiras, Catalunha enfrenta a sua “hora decisiva”

Barcelona aguarda a chegada de milhares de manifestantes das cinco “marchas da liberdade”. Estão em curso duas provas de força, entre Madrid e o independentismo e entre os nacionalistas. Os próximos dias serão uma prova de fogo.

Fotogaleria
As cinco marchas chegam sexta-feira a Barcelona Alejandro Garcia/EPA
Fotogaleria
Reuters/JON NAZCA

A situação na Catalunha é extremamente volátil. Quim Torra, president da Generalitat catalã, garantiu esta quinta-feira no parlament que proporá um novo referendo de independência antes do fim da actual legislatura. Perante as imagens da violência em Barcelona e outras cidades, o Governo de Pedro Sánchez está a ser pressionado para uma intervenção mais forte na Catalunha, mas aposta na eficácia dos Mossos d’Esquadra, a polícia autonómica.