Neutralizado ninho de vespa asiática em escola das Caldas da Rainha

Ninho foi encontrado numa árvore da Escola Rafael Bordalo Pinheiro.

Vespão asiático
Foto
Adriano Miranda

O Serviço Municipal de Protecção Civil das Caldas da Rainha neutralizou esta sexta-feira um ninho de vespas asiáticas detectado numa escola secundária da cidade, o qual vai ser monitorizado e incinerado dentro de 48 horas.

O ninho de vespas asiáticas foi detectado numa árvore da Escola Rafael Bordalo Pinheiro, nas Caldas da Rainha, após “alunos, professores e alguns habitantes terem dado o alerta”, disse à agência Lusa Gui Caldas, técnico responsável pela Protecção Civil na autarquia das Caldas da Rainha, no distrito de Leiria.

Por se tratar de uma escola “foi accionado um protocolo de actuação em que o ninho foi injectado com feromonas para atrair todas as vespas”, mortas posteriormente com recurso a insecticidas, explicou Gui Caldas.

O objectivo é que “o maior número de vespas recolha ao ninho, atraído pelas feromonas, antes de o ninho ser destruído, dentro de 48 horas, quando será incinerado”, acrescentou o mesmo responsável.

A Protecção Civil Municipal foi também informada da existência de um outro ninho, na freguesia da Foz do Arelho, onde “a destruição será feita pela mesma empresa, mas com recurso a outro protocolo, em que vai sendo injectado insecticida durante 72 horas”, ao longo das quais as vespas vão recolhendo, sendo depois o ninho incinerado.

Gui Caldas disse à agência Lusa que com estes totalizam 17 os ninhos de vespa asiática encontrados no concelho, um número “bastante reduzido e que não oferece preocupações”, quando comparado com a zona norte do país onde já foram destruídos cerca de 600 ninhos.