'La Forza del Destino' em Lisboa e no Porto

A ópera de Verdi que não escapa a uma pequena maldição

A ópera La Forza del Destino, de Giuseppe Verdi, marca o arranque da temporada lírica do São Carlos. Conta a história de “uma vingança familiar incrivelmente obsessiva”, diz o encenador. No final do mês, chega ao Porto.

Fotogaleria
o coro de São Carlos, simbolizando uma Igreja Católica pouco caridosa e deslumbrada pelo poder, surge em palco com as vestes tingidas de vermelho Pedro Fazeres
Fotogaleria
A norte-americana Julianna Di Giacomo como Leonora Pedro Fazeres
Show
Fotogaleria
O maestro Antonio Pirolli regressa a Portugal para dirigir a Orquestra Sinfónica Portuguesa Pedro Fazeres

Ao longo dos anos, a ópera La Forza del Destino, de Giuseppe Verdi (1813-1901), ganhou fama de estar amaldiçoada. Entre outros dramas, que fazem parte dos anais das casas de ópera, a soprano que fez de Leonora na estreia mundial no século XIX ficou gravemente doente, levando o espectáculo a ser adiado nove meses, e houve um barítono que nos anos 60 do século passado morreu fulminado em palco. Cantores como Luciano Pavarotti recusaram-se a interpretá-la.