Cartões de débito ficaram 16% mais caros no primeiro semestre

Bancos fizeram 788 alterações às comissões no primeiro semestre, o dobro do ano passado, e a grande maioria para aumentá-las. Banco de Portugal avisa que não tem poderes para limitar as comissões bancárias. Custos dos cartões de débito subiram 16,6% entre Janeiro e Junho.

Foto
LM MIGUEL MANSO

A subida de comissões bancárias é sentida por milhares de consumidores e a tendência de agravamento de custos fica patente nas alterações aos preçários comunicadas pelas instituições financeiras ao Banco de Portugal (BdP), que ascenderam a 788 no primeiro semestre, o dobro das realizadas em igual período do ano passado (390). O número de actualizações feitas nos primeiros seis meses de 2019 é mesmo maior que o total de alterações realizados ao longo de todo o ano passado (676). A grande maioria dessas alterações é para agravar custos, de tal maneira que os cartões de débito aumentaram 16,6% em média durante este período.