Quer ir à Antárctida? Airbnb abre concurso para cinco aventureiros em viagem científica

Há cinco vagas para a odisseia, que inclui preparação em Punta Arenas. Para concorrer basta ter “espírito aventureiro”. Os escolhidos vão participar numa expedição que estuda o impacto dos microplásticos no ambiente.

Fotogaleria
Vencedores terão "férias" geladas com trabalho de voluntariado em Novembro/Dezembro Christopher Michel
Antártica
Fotogaleria
As candidaturas estão abertas até 8 de Outubro DR
Fotogaleria
A Airbnb oferece viagens e alojamento DR
Fotogaleria
A expedição irá estudar o impacto dos microplásticos DR
Fotogaleria
Antes da viagem no gelo, há formação em Punta Arenas DR

O novo concurso de viagens da Airbnb tem mote científico e vai além do mero usufruto de férias: é, de facto, a oportunidade para integrar uma expedição científica à Antárctida, chefiada pela cientista Kirstie Jones-Williams, que tem por objectivo recolher amostras de neve e estudar de que “forma é que os microplásticos chegam ao interior do continente”.

A empresa de reservas juntou-se à Ocean Conservancy (organização sem fins lucrativos dedicada à defesa dos oceanos) e lançou esta terça-feira o concurso The Antarctic Sabbatical, já com candidaturas abertas em vários países, Portugal incluído. No final, serão seleccionados cinco vencedores, que terão direito a acompanhar (com tudo pago) a expedição em Dezembro ao continente gelado. Antes disso, receberão formação especial em Punta Arenas, no Chile.

Para candidatar-se, não precisa de grandes qualificações: além de ser adulto, deverá ter “um espírito aventureiro, paixão pelo meio ambiente e vontade de participar neste projecto”, resume a marca em comunicado. Deverá também estar disponível para viajar entre Novembro e Dezembro deste ano.

A odisseia incluirá “recolher amostras de neve e estudar de que forma é que os microplásticos chegaram ao interior da Antárctida”. Segundo a organização do concurso, este “período sabático” no gelo pretende também “consciencializar a população sobre o impacto dos seres humanos no clima de um dos ecossistemas menos estudados e mais isolados do mundo”.

Qual será o impacto da poluição de plástico no continente mais remoto do planeta? É uma pergunta para a qual esta expedição quer ajudar a obter respostas. Por isso, a experiência da equipa e dos voluntários será também uma forma de “compreender a viagem que os microplásticos fazem até chegar a regiões longínquas”.

PÚBLICO -
Foto
DR

Os candidatos devem ter mesmo vontade de participar: ““Esta expedição não vai ser fácil: vai exigir um grande rigor científico, em condições de Inverno muito rigorosas”, refere a cientista Jones-Williams, que estuda o impacto polar dos microplásticos. “Estamos à procura de pessoas apaixonadas pelo que fazem, que se sintam cidadãos do mundo e que estejam entusiasmadas com a ideia de se juntarem a esta equipa e regressarem com novas descobertas para partilharem com o mundo”, comenta.

A expedição irá durar cerca de um mês, incluindo a formação intensiva em Punta Arenas. Aqui, haverá, inclusive, aulas de “glaciologia e recolha de amostras, bem como de trabalho de laboratório e do manuseamento de equipamentos”. Depois o grupo voa para a Antárctida, aterra numa “pista de gelo azul natural”, iniciando a missão científica.

Alguns chamarizes extra: “Vão ter a oportunidade de visitar o Pólo Sul, onde vão dar a volta ao mundo em apenas alguns passos”, “explorar a beleza de alguns lugares emblemáticos da Antárctida, como a Drake Icefall, Charles Peak WindScoop e o Elephant's Head”.

No final da missão, regressam ao Chile para “continuarem a estudar as suas descobertas” e “trabalhar com a Ocean Conservancy, para incentivar a protecção dos oceanos”.

O projecto e o pós-projecto têm um objectivo global para a Airbnb, que garante querer oferecer aos seus clientes, cada vez mais, “a opção de viajar de forma sustentável durante toda a sua estadia”. Em paralelo, a empresa anunciou que está a “desenvolver uma avaliação para medir e compreender o impacto da sua actividade no meio ambiente e descobrir soluções para a redução da sua pegada”. 

Para mais informações e apresentar a candidatura à odisseia (até 8 de Outubro), basta seguir para a página do concurso em airbnb.com/sabbatical.