Palcos da semana

Cinema na periferia, teatro de várias companhias e música na praia e no rio.

Foto
The National GRAHAM MACINDOE

Música
Regressar a Paredes de Coura 

Passados quase trinta anos — já na 27.ª edição — o festival vizinho da Praia Fluvial do Taboão continua a ser um ponto de referência no que toca aos festivais de Verão portugueses, especialmente porque não esquece as suas raízes, bem entrelaçadas com o que de melhor se faz na música rock, quer em solo nacional, quer no estrangeiro. É, ao mesmo tempo, o local ideal para descobrir novas promessas musicais e ver ao vivo nomes consagrados. Os The National são exemplo de uma banda que fez esse percurso e continua a retornar a Paredes de Coura, desde 2005. O palco deste anfiteatro natural abre-se para concertos de velhos e novos amigos como Parcels, Kokoko!, New Order, Father John Misty, Sensible Soccers e Patti Smith and Her Band, entre muitos outros, numa celebração musical garantida.

 

Foto
Capitão Fausto Andreia Gomes Carvalho

Música
Sol, e música, na Caparica

O Sol da Caparica, um festival que vai já na sexta edição, promete quatro dias dedicados à música e à praia, num festival de Verão com um único objectivo: gozar bem as férias grandes. O entretenimento musical fica a cargo de nomes como Anselmo Ralph, Benjamim, D.A.M.A., David Carreira, Linda Martini, Seu Jorge, Mariza, Carlão, Gabriel O Pensador, Boss AC ou Capitão Fausto. O último dia, dedicado às crianças, conta com Mão VerdeO Recreio da Anita e Porbatuka

 

Foto
Fanzine

Teatro
Festival Altitudes 2019

Em primeiro lugar, é um festival de teatro, mas abraça cada vez mais a multidisciplinariedade. Este ano, inclui também espectáculos de rua, música, cinema ao ar livre e actividades relacionadas com a gastronomia e o entretenimento familiar. A palco, sobem peças como Cinderela, do Teatro de Marionetas (dia 11 às 10h30), MAPA/ Estórias de Mundos Distantes de Fernando Mota (dia 14, às 21h30), Improvável da Acta – A Companhia de Teatro do Algarve (dia 15, às 21h30) ou Sítio da Companhia da Chanca (dia 16, às 21h30), entre outras produções de várias companhias portuguesas. 

 

Foto
Susana Travassos Lorena Dini

Música
Susana Travassos canta Mercedes Sosa

A compositora e cantora algarvia Susana Travassos tem feito carreira no Brasil, tendo já um disco de tributo a Elis Regina chamado Oi Elis, lançado em 2008, dedicando agora um espectáculo ao repertório da cantora argentina Mercedes Sosa. Continuando a reforçar os seus laços musicais e afectivos com a América Latina, depois de um disco gravado integralmente na Argentina, Pássaro Palavra (2019), a cantora portuguesa reúne os maiores sucessos, bem como outras canções marcantes do cancioneiro latino-americano, para esta homenagem a Mercedes Sosa.

 

Foto
Chuva é Cantoria da Aldeia dos Mortos

Cinema
Filmes na periferia

A sétima edição do Periferias — Festival Internacional de Cinema de Marvão, em Portugal, e Valência de Alcântara, em Espanha, volta a levar o cinema ao ar livre a aldeias e lugares históricos nesta ligação luso-espanhola. Podem ser vistos filmes como Diamantino, de Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt, Batida de Lisboa, de Rita Maia e Vasco Viana, bem como Buñuel en el Laberinto de las Tortugas, de Salvador Simó, ou Debaixo do Céu, de Nicholas Oulmann, entre outros. A animar as hostes, há ainda concertos de Haga Que Passe (dia 11, às 21h) e Alberto Mundi (dia 18, 21h30), a par de exposições e painéis de discussão.