Onde é que já não dá para abastecer? Este mapa responde

Waze e VOST Portugal oferecem serviço que mostra como estão os stocks dos postos de combustível espalhados pelo país.

A aplicação para smartphones Waze e o VOST Portugal (Grupo de Voluntários Digitais em Situações de Emergência) lançaram um mapa que permite identificar os postos da rede de emergência (REPA) e a sua disponibilidade de combustível. O mapa indica também os outros postos existentes em todo o território continental e a sua disponibilidade de combustível. Devido à greve marcada para segunda-feira, há uma corrida aos postos que ameaça esgotar alguns stocks.

A informação está disponível no site Já não dá para abastecer e na aplicação Waze. O mapa mostra não só a disponibilidade de combustível nos postos de abastecimento da REPA (assinalados a azul), mas tem também a indicação dos postos existentes em todo o território continental (assinalados a verde) e a sua respectiva disponibilidade de combustível. 

A rede de emergência só entrará em funcionamento a partir das 0h da próxima segunda-feira, dia 12 de Agosto. A REPA é composta por 54 postos prioritários e 320 postos de acesso público.

Além destas informações, o mapa irá apresentar dados relativos a gasolina e gasóleo e também GPL. Distribuidores e entidades oficiais poderão colocar informação na plataforma para a actualizar. No caso de existir falta de combustível em algum posto, quer este faça ou não parte da rede de emergência, este estará sinalizado com a cor laranja, no caso de algum tipo de combustível não estar disponível; ou a vermelho, se nenhum tipo de combustível estiver disponível.

É ainda possível aplicar filtros ao mapa caso o utilizador queira apenas visualizar os postos que ainda têm um tipo específico de combustível disponível, os postos que já não possuem gasolina, ou gasóleo ou GPL, ou mesmo os postos que não possuem nenhum dos três. Também é permitido visualizar de forma interactiva os postos da rede de emergência, tanto os que são acessíveis à população em geral como os prioritários. O utilizador poderá também pesquisar uma zona ou cidade específica do país para obter informações sobre a disponibilidade de combustível.

Serviços mínimos entre 50% e 100%

O Governo decretou na quarta-feira serviços mínimos entre 50% e 100% para a greve dos motoristas de mercadorias que se inicia na segunda-feira, por tempo indeterminado. Os serviços mínimos serão de 100% para abastecimento destinado à REPA, portos, aeroportos e aeródromos que sirvam de base a serviços prioritários, bem como para abastecimento de combustíveis para instalações militares, serviços de protecção civil, bombeiros e forças de segurança.

Para abastecimento de combustíveis destinados a abastecimento dos transportes públicos foram decretados serviços mínimos de 75% e nos postos de abastecimento para clientes finais os serviços mínimos são de 50%.

Também na quarta-feira o Governo decretou, preventivamente, estado de emergência energética, no âmbito do pré-aviso de greve, permitindo a constituição da REPA, com 54 postos prioritários e 320 postos de acesso público.

A greve foi convocada pelo Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) e pelo Sindicato Independente dos Motoristas de Mercadorias (SIMM), que acusam a associação patronal Antram de não querer cumprir o acordo assinado em Maio, que prevê uma progressão salarial.

Sugerir correcção