Locarno, o festival que não cabe numa só gaveta

Lili Hinstin, a nova directora do festival suíço que começa esta quarta-feira e segue até dia 17, fala de uma selecção que se quer para todos os tipos de público.

Foto
Lili Hinstin não é a primeira mulher à cabeça de Locarno mas diz que dirigir o festival "é um sonho" Pier Marco Tacca/getty images

Hoje em dia, é impossível passar ao lado da sub-representação do sexo feminino no meio do cinema — à frente dos estúdios, por trás das câmaras, nos prémios. Basta ver como Cannes ou os Óscares têm sido alvo generalizado de protestos pela constante sub-representação feminina (até hoje só uma mulher, Jane Campion, venceu a Palma de Ouro; até hoje só uma mulher, Kathryn Bigelow, venceu o Óscar de melhor realização).