Balanço do Governo no combate à evasão fiscal ignora Zona Franca da Madeira

Entidades da Zona Franca da Madeira tiveram correcções fiscais de 67 milhões em 2018, mas relatório do Governo é omisso. Executivo alega que documento reflecte a “actividade global” das inspecções.

Foto
Bruxelas está a averiguar a aplicação do regime III, das empresas licenciadas de 2007 a 2014 Miguel Manso

O relatório elaborado pelo Governo de António Costa com o balanço do combate à fraude e à evasão fiscais em 2018 não contém qualquer referência às actividades de fiscalização na Zona Franca da Madeira (ZFM), uma realidade que está hoje sob os holofotes da Comissão Europeia.