Jardim-de-infância de Ovar sem protecção contra incêndios

Autoridade Nacional de Protecção Civil nunca emitiu parecer obrigatório. A instituição garante que “dispõe de medidas de auto-protecção contra incêndios”.

Foto
sérgio azenha

O jardim-de-infância do Centro Social Cortegacense Olívia e Florindo Cantinho, em Ovar, é um dos que têm funcionado sem cumprir as regras a que estão obrigados por via do financiamento público que recebem. Além de ainda não ter autorização de funcionamento definitiva, a instituição não tem um plano de socorro em caso de incêndio aprovado pela Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC).