Entrevista

Chantal Mouffe: “A melhor forma de combater o populismo de extrema-direita é com o de esquerda”

A filósofa política pós-marxista belga diz ter chegado a hora de a social-democracia europeia escolher entre aliar-se à esquerda ou à direita. A segunda, diz Mouffe, será a sua morte, a primeira a sua salvação, mas para isso precisa de se radicalizar.

Foto
A filósofa política é considerada uma das grande especialistas no populismo DR

Preocupada com o crescimento dos populismos de extrema-direita, Chantal Mouffe, filósofa política belga da corrente pós-marxista e uma das principais teóricas da chamada “democracia radical, deixa um sério aviso à esquerda: ou adopta uma estratégia populista ou Matteo Salvini e Marine Le Pen não terão adversários à altura. “Se a esquerda não perceber a importância de articular essas resistências com uma estratégia de populismo de esquerda, então é muito provável que o populismo de extrema-direita cresça e cresça. Não haverá qualquer oposição”, alerta Mouffe.