DR
Foto
DR

Um momento de publicação independente: ¡engaja!

Fanzines, edições de autor, livros de artista — nesta rubrica queremos falar de publicação independente. Maria Reis e Miguel Abreu apresentam a ¡engaja!. O próximo podes ser tu.

Apresenta-nos a tua publicação.
O projecto ¡​engaja! surge de um gosto comum, nosso, por poesia e por edições independentes. Foi uma ideia que tivemos há uns anos e é, em muito, inspirada pelo suplemento &etc do Jornal do Fundão e pela exposição sobre poesia visual que visitámos, na galeria Zé dos Bois. As Damas, um bar da Graça, mostraram interesse e financiaram o projecto. Em Março deste ano lançámos o primeiro número. Há planos de até ao fim do ano ir lançando outros. 

Quem são os autores?
Os fundadores somos nós, Maria Reis e Miguel Abras. Já éramos editores, na Cafetra Records, da qual somos membros e onde começámos a fazer coisas juntos. No que toca a autores, saiu a 28 de Março, o Cadrasso, com poemas de Miguel Abras, e temos na calha a publicação de outros autores. 

Do que quiseste falar?
São livros de pessoas que gostam de poesia, têm gosto pela edição, como já dissemos, mas fundamentalmente que não encontram resposta para o que fazem na actual cena poética. 

Questões técnicas: quais os materiais usados, quantas páginas tem, qual a tiragem e que cores foram utilizadas?
As publicações serão diferentes entre elas de formato. Tudo vai depender daquilo que fizer mais sentido para cada uma. O Cadrasso é de tamanho A5, a capa é em serigrafia e o miolo impresso em xerox. Tem uma tiragem de 50 exemplares. Interessa-nos trabalhar com técnicas como a serigrafia e a tipografia, embora para texto esta última talvez seja mais rigorosa.

Onde está à venda e qual o preço?
Neste momento, o que acontece é: há um lançamento nas Damas, promovemos o evento nas redes, as pessoas interessam-se, vão ou reservam e nós tratamos de os vender em mão.

PÚBLICO -
Foto

Porquê fazer e lançar fanzines hoje em dia?
Zines é o formato editorial mais representativo daquilo que acontece no lugar onde se vive. É um conjunto de pessoas que se junta somente para dar vazão àquilo que só se expressa na forma de estar no teu sítio. Apesar de a ¡​engaja! ainda só ter um livro um autor, esperamos que o painel dos próximos seja representativo desse sentimento unificador das pessoas que nos rodeiam. Sendo que é uma actividade de produção familiar e afectiva feita por membros que partilham pontos de vista acerca dessa matéria.

Recomenda-nos uma edição de autor recente lançada em Portugal. 
A zine que li recentemente que vos aconselhamos é Hipsters, da Matilde Feitor, pelas edições saco tótil.