Dois anos depois dos fogos ainda há 20% das casas por reconstruir

A reconstrução das casas que resultaram dos incêndios de Junho e de Outubro fizeram-se com processos diferentes e em ritmos diferentes. Em nenhum dos casos está concluída. Juntando os processos de Junho e Outubro, das 1151 intervenções previstas, só 939 estão concluídas. Em Pedrógão há dez casas com reembolsos suspensos.

Foto
O Ministério Público continua a investigar irregularidades nas reconstruções em Pedrógão Nélson Garrido (arquivo)

Se na data em que se assinalou o primeiro ano dos incêndios de Pedrógão Grande o processo de reconstrução das casas tinha uma taxa de conclusão de 60%, o ritmo dos trabalhos não acelerou como seria expectável. De acordo com as informações dadas ao PÚBLICO pelo Ministério do Planeamento, juntando os processos de Junho e Outubro, estão concluídas 939 ​das 1151 intervenções previstas, ou seja, 81% do total. Os casos de Junho são os mais adiantados, mas nem aí o processo está concluído – está nos 92%, ainda com duas dezenas de processos por concluir.