As águas de Monchique pedem calma e apelam ao bem-estar

O bem-estar é a tónica da Villa Termal de Monchique. As obras continuam, mas já é possível passar umas férias descansadas sem sair da serra.

Fotogaleria
DR
Fotogaleria
DR
,Hotel
Fotogaleria
DR
Fotogaleria
DR
,Hotel
Fotogaleria
DR
Hotel D. Carlos Regis
Fotogaleria
DR
Fotogaleria
DR
,Hotel
Fotogaleria
DR
Fotogaleria
DR
Fotogaleria
DR
Fotogaleria
DR
Fotogaleria
DR
Fotogaleria
DR
Fotogaleria
DR
Fotogaleria
DR
Fotogaleria
DR
Sala
Fotogaleria
DR
Persianas
Fotogaleria
DR
Fotogaleria
DR
Fotogaleria
DR

Depois da corrida na auto-estrada, o caminho até às Caldas de Monchique faz-se devagar, a respeitar a passagem pelo interior das vilas e aldeias, a 50 quilómetros/hora, com um olho no conta-quilómetros e outro nos semáforos, para que o vermelho não caia. A entrada do pequeno lugar não é bonita, a fábrica das águas de Monchique é uma fábrica, mas rapidamente a sua arquitectura é esquecida para abraçarmos a do complexo da Villa Termal das Caldas de Monchique. “Parece Sintra”, comentamos ao observar as árvores frondosas, o fresco que passa e o chalet em frente à recepção do resort.