Rendas acessíveis para ricos? Programa só serve “a famílias com rendimento acima da média”

Associação Lisbonense de Proprietários diz que “Governo está no caminho errado”. BE não prevê “impacto substancial” da medida nas zonas de maior pressão urbanística, Lisboa e Porto. “Deveria ter ido bastante mais longe.”

Foto
Adriano Miranda / Publico

Havia muitos receios e muitas críticas a apontar ao anunciado Programa de Arrendamento Acessível (PAA). As portarias que o especificam são publicadas hoje, em Diário da República. Conhecidos os pormenores, as críticas mantêm-se e sobra ainda uma dúvida principal: o programa só estará disponível para famílias com rendimentos muito acima da média da população. O primeiro a afirmá-lo é Menezes Leitão, presidente da Associação Lisbonense de Proprietários, que “duvida que haja senhorios interessados em entrar neste segmento”.