Bruno Lage pediu, mas os benfiquistas não cumpriram

O treinador do Benfica pediu aos adeptos que não abandonassem a festa no Marquês de Pombal sem deixar a praça limpa. Mas a Câmara de Lisboa divulgou fotos que mostram que os benfiquistas não deram ouvidos a Bruno Lage.

Fotogaleria
O trabalho dos funcionários da Câmara de Lisboa no Marquês de Pombal após a festa do Benfica Câmara Municipal de Lisboa
Fotogaleria
O trabalho dos funcionários da Câmara de Lisboa no Marquês de Pombal após a festa do Benfica Câmara Municipal de Lisboa
Fotogaleria
Foto de grupo da equipa da Higiene Urbana da Câmara Municipal de Lisboa Câmara Municipal de Lisboa
Fotogaleria
O trabalho dos funcionários da Câmara de Lisboa no Marquês de Pombal após a festa do Benfica Câmara Municipal de Lisboa
Fotogaleria
O trabalho dos funcionários da Câmara de Lisboa no Marquês de Pombal após a festa do Benfica Câmara Municipal de Lisboa
Fotogaleria
O trabalho dos funcionários da Câmara de Lisboa no Marquês de Pombal após a festa do Benfica Câmara Municipal de Lisboa
Fotogaleria
O trabalho dos funcionários da Câmara de Lisboa no Marquês de Pombal após a festa do Benfica Câmara Municipal de Lisboa
Fotogaleria
O trabalho dos funcionários da Câmara de Lisboa no Marquês de Pombal após a festa do Benfica Câmara Municipal de Lisboa
Fotogaleria
O trabalho dos funcionários da Câmara de Lisboa no Marquês de Pombal após a festa do Benfica Câmara Municipal de Lisboa
Fotogaleria
O trabalho dos funcionários da Câmara de Lisboa no Marquês de Pombal após a festa do Benfica Câmara Municipal de Lisboa
Carro
Fotogaleria
O trabalho dos funcionários da Câmara de Lisboa no Marquês de Pombal após a festa do Benfica Câmara Municipal de Lisboa
Fotogaleria
O trabalho dos funcionários da Câmara de Lisboa no Marquês de Pombal após a festa do Benfica Câmara Municipal de Lisboa
Fotogaleria
O trabalho dos funcionários da Câmara de Lisboa no Marquês de Pombal após a festa do Benfica Câmara Municipal de Lisboa

Num clima de descompressão e festa na chegada da equipa do Benfica ao Marquês de Pombal, este sábado, Bruno Lage deixou um aviso aos adeptos: "Oh malta, ninguém vai para casa sem deixar a praça limpa”, disse o treinador aos milhares de adeptos que faziam a festa à espera da chegada dos novos campeões nacionais. O pedido não parece ter sido acatado pelos adeptos: a Câmara Municipal de Lisboa (CML) fez questão de mostrar esta manhã nas redes sociais que depois de a equipa do Benfica ter abandonado a rotunda central lisboeta foi a vez “da equipa da Higiene Urbana da Câmara Municipal de Lisboa entrar em campo​”, recolhendo os vários resíduos deixados no pavimento da “rotunda do Marquês de Pombal e avenidas adjacentes”.

“Um agradecimento especial a estes homens e mulheres que rapidamente, e com enorme profissionalismo, realizaram a limpeza do local”, escreveu a CML, que irá receber os campeões nacionais, esta segunda-feira, nos Paços do Concelho. Nessa publicação acompanharam-se fotografias do estado de limpeza das ruas.

"O futebol é muito importante, mas há coisas mais importantes na vida"

Ainda antes de erguer o troféu do campeonato este sábado, no estádio da Luz, Bruno Lage dizia que costuma falar de vários assuntos extra-futebol “com alguma naturalidade”. Quando voltou a reflectir sobre a importância da modalidade no país, o técnico apelou para que o 37.º título do Benfica “seja também a reconquista das boas maneiras” e na festa no Marquês de Pombal não foi excepção. 

Na conferência de imprensa após a vitória por 4-1 diante do Santa Clara, a contar para a derradeira jornada do campeonato, Bruno Lage alertou que “há coisas mais importantes na vida” para além do futebol. "Quando se perde, há que dar mérito a quem ganha e é muito importante os benfiquistas olharem para os nossos adversários e a tratá-los pelo nome e não por outras coisas. Que esta reconquista seja a reconquista do bom futebol e das boas maneiras. As pessoas têm de pensar e reflectir”, explicou o treinador do Benfica, que chegou ao comando técnico como interino, não sofrendo qualquer derrota para o campeonato desde a sua estreia.

“Acontece tanta coisa na nossa sociedade… não é o árbitro que passeia no Colombo e leva umas porradas, não é o treinador que perde e é logo posto em causa…há tanta coisas importante na nossa sociedade. E é nesse aspecto que isto tem de ser um ponto de partida”, descreveu o técnico dos novos campeões nacionais.