Futebol nacional

Como foi a "reconquista" do Benfica

1.ª jornada, 10 de Agosto de 2018: O Benfica apresentou-se à "reconquista" do título, no Estádio da Luz. Na abertura do campeonato, os "encarnados" venceram o V. Guimarães por 3-2. Pizzi fez um "hat trick" na primeira parte, em menos de meia hora. Os vimaranenses ainda "assustaram" ao reduzir a desvantagem perto do fim. LUSA/MANUEL DE ALMEIDA
Fotogaleria
1.ª jornada, 10 de Agosto de 2018: O Benfica apresentou-se à "reconquista" do título, no Estádio da Luz. Na abertura do campeonato, os "encarnados" venceram o V. Guimarães por 3-2. Pizzi fez um "hat trick" na primeira parte, em menos de meia hora. Os vimaranenses ainda "assustaram" ao reduzir a desvantagem perto do fim. LUSA/MANUEL DE ALMEIDA

Missão bem-sucedida: o Benfica adoptou o termo "reconquista" para voltar a vencer o campeonato nacional de futebol e sagrou-se campeão pela 37.ª vez. A caminhada "encarnada" fez-se de altos e baixos, envolvendo até uma troca de treinadores.

Recorde alguns dos momentos-chave que permitiram aos "encarnados" se sagrarem campeões nacionais pela sétima vez este século, o quinto campeonato em seis temporadas, na 85.ª edição da I Liga de futebol profissional.

3.ª jornada, 25 de Agosto de 2018: No "derby" frente ao Sporting, na Luz, Nani marcou para os "leões" aos 64', depois de converter um penálti. A perder, Rui Vitória lançou um jovem de 19 anos, que fez o empate (1-1) a quatro minutos do fim. Félix tornou-se o jogador mais jovem de sempre a saltar do banco e a marcar na estreia num duelo contra o Sporting (18 anos, 9 meses e 16 dias). Uma apresentação que o jovem jamais esquecerá, horas antes do FC Porto ter perdido no Dragão, frente ao V. Guimarães (2-3).
3.ª jornada, 25 de Agosto de 2018: No "derby" frente ao Sporting, na Luz, Nani marcou para os "leões" aos 64', depois de converter um penálti. A perder, Rui Vitória lançou um jovem de 19 anos, que fez o empate (1-1) a quatro minutos do fim. Félix tornou-se o jogador mais jovem de sempre a saltar do banco e a marcar na estreia num duelo contra o Sporting (18 anos, 9 meses e 16 dias). Uma apresentação que o jovem jamais esquecerá, horas antes do FC Porto ter perdido no Dragão, frente ao V. Guimarães (2-3). LUSA/MIGUEL A. LOPES
6.ª jornada, 27 de Setembro de 2018: Um empate (2-2) inesperado no terreno do Desp. Chaves. Rafa Silva marcou cedo aos 3', mas os restantes golos só chegaram nos últimos 15 minutos de jogo. Ghazaryan fez o 1-1 aos 75', Rafa respondeu aos 84', mas o mesmo jogador arménio dos transmontanos conseguiu o empate aos 90+4'. O Benfica recebia o FC Porto na jornada seguinte, numa altura em que o Sp. Braga liderava com mais um ponto do que os "dragões" e dois do que as "águias".
6.ª jornada, 27 de Setembro de 2018: Um empate (2-2) inesperado no terreno do Desp. Chaves. Rafa Silva marcou cedo aos 3', mas os restantes golos só chegaram nos últimos 15 minutos de jogo. Ghazaryan fez o 1-1 aos 75', Rafa respondeu aos 84', mas o mesmo jogador arménio dos transmontanos conseguiu o empate aos 90+4'. O Benfica recebia o FC Porto na jornada seguinte, numa altura em que o Sp. Braga liderava com mais um ponto do que os "dragões" e dois do que as "águias". LUSA/JOSÉ COELHO
7.ª jornada, 7 de Outubro de 2018: Uma reacção caseira perante o "dragão". Com algumas dificuldades numa partida sem grande brilho, o Benfica venceu o FC Porto, no primeiro clássico da temporada, por 1-0, com golo de Seferovic aos 62'. Os "encarnados" ainda jogaram quase dez minutos com menos um jogador depois da expulsão do defesa argentino Lema.
7.ª jornada, 7 de Outubro de 2018: Uma reacção caseira perante o "dragão". Com algumas dificuldades numa partida sem grande brilho, o Benfica venceu o FC Porto, no primeiro clássico da temporada, por 1-0, com golo de Seferovic aos 62'. Os "encarnados" ainda jogaram quase dez minutos com menos um jogador depois da expulsão do defesa argentino Lema. LUSA/MIGUEL A. LOPES
7.ª jornada, 7 de Outubro de 2018: Seferovic festejou efusivamente o golo solitário contra o FC Porto
7.ª jornada, 7 de Outubro de 2018: Seferovic festejou efusivamente o golo solitário contra o FC Porto LUSA/MIGUEL A. LOPES
8.ª jornada, 27 de Outubro de 2018: Depois de uma derrota nos minutos finais em Amsterdão, frente ao Ajax, para a Liga dos Campeões (1-0), a primeira derrota do Benfica no campeonato foi no Estádio Nacional, frente ao Belenenses SAD, por 2-0. Os golos foram marcados na segunda parte. O guardião Muriel Becker foi o herói ao fazer um conjunto de defesas, incluindo a um penálti batido por Salvio.
8.ª jornada, 27 de Outubro de 2018: Depois de uma derrota nos minutos finais em Amsterdão, frente ao Ajax, para a Liga dos Campeões (1-0), a primeira derrota do Benfica no campeonato foi no Estádio Nacional, frente ao Belenenses SAD, por 2-0. Os golos foram marcados na segunda parte. O guardião Muriel Becker foi o herói ao fazer um conjunto de defesas, incluindo a um penálti batido por Salvio. LUSA/LUÍS FORRA