Chelsea recorre para o TAD da proibição de contratar futebolistas antes de 2020

FIFA mantém proibição que impede londrinos de contratar até Julho de 2020 após detectar ilegalidades na contratação de jogadores menores.

Foto
O Chelsea foi punido pela FIFA EPA/ANDY RAIN

O Chelsea recorreu esta quarta-feira para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) da decisão da FIFA que proíbe o clube de contratar futebolistas até Julho de 2020, por infringir os regulamentos na contratação de jogadores menores de idade.

O recurso para o TAD pode ter efeito suspensivo na decisão imposta em Fevereiro passado pela FIFA, que considerou terem existido irregularidades na contratação de 29 futebolistas.

O Chelsea recorreu para o TAD depois de esta quarta-feira o Comité de Recurso da FIFA ter rejeitado o recurso apresentado pelo clube.

O recurso para o TAD pode ter um efeito suspensivo na decisão e permitir ao clube contratar jogadores antes da janela de transferências de Julho de 2020. Para a próxima temporada, o Chelsea conseguiu garantir a contratação de Christian Pulisic, ao Borussia Dortmund.