João Vieira Pereira é o novo director do Expresso

O jornalista integrou a redacção do Expresso em 2006. David Dinis, que foi director do PÚBLICO entre Outubro de 2016 e Julho de 2018, será director-adjunto. Martim Silva, Miguel Cadete e Marco Grieco continuam na equipa.

Foto
David Dinis e Paula Santos juntam-se a Martim Silva e Miguel Cadete como directores-adjuntos Rui Gaudêncio

João Vieira Pereira irá assumir a direcção do jornal Expresso. O jornalista era — até agora — director-adjunto na antiga equipa liderada por Pedro Santos Guerreiro, que na última quinta-feira deixou a direcção do semanário Expresso após decisão tomada por “ambas as partes”. A nova direcção irá assumir uma “maior aproximação” entre a redacção do Expresso e da SIC, “nomeadamente nas suas operações digitais”, lê-se no comunicado do grupo Impresa.

Como directores-adjuntos do jornal estarão nomes da casa: o antigo director-executivo Martim Silva, director-adjunto Miguel Cadete e a até agora editora-executiva Paula Santos. A novidade é a entrada do antigo director do PÚBLICO David Dinis, que irá integrar a redacção do semanário pela primeira vez. Marco Grieco mantém o cargo de director de arte. 

Formado em economia, João Vieira Pereira iniciou carreira no Jornal de Negócios, em 1998. Em 2001 integrou o Semanário Económico, cuja direcção assumiu três anos depois. Em 2006, o jornalista integrou a redacção do Expresso, como editor de economia. 

As recentes mudanças no jornal começaram quando o editor de Política, Vítor Matos, pediu a demissão. Em causa terá estado a assinatura não autorizada de uma das edições da newsletter diária que o semanário publica com o nome do editor de política. Escalado para produzir a edição da newsletter, nessa manhã, o jornalista ter-se-á esquecido da tarefa. O então director, Pedro Santos Guerreiro, atribuiu o trabalho a outros jornalistas, mas decidiu que ela seria assinada por Vítor Matos. A decisão não agradou ao editor, motivando uma reunião entre o conselho de redacção.

SIC reforça direcção de informação

Na SIC também haverá mudanças. Marta Brito dos Reis irá reforçar a direcção de informação da SIC enquanto subdirectora. A jornalista integrou o canal em 2000, durante a equipa fundadora da SIC Notícias. Era, até esta quinta-feira, coordenadora do Jornal da Noite e responsável pelo planeamento e gestão dos formatos longos da informação da SIC.

Diz ainda o comunicado que o grupo quer “cimentar a liderança como jornal mais vendido em Portugal nas diferentes plataformas, acelerando a sua transformação digital”. Já na SIC, “as finalidades passam por solidificar a liderança conquistada pelos espaços de informação da estação, manter a capacidade de renovação da SIC Notícias e aumentar a capacidade de distribuição digital dos seus conteúdos”.