Todd Solondz é o convidado 2019 do Curtas Vila do Conde

Figura importante no novo cinema indie americano é o homenageado da edição 2019 do festival, de 6 a 14 de Julho.

Foto

O americano Todd Solondz, figura importante da “renascença indie” americana dos anos 1990 com filmes como Felicidade (1998) ou Conta-me Histórias (2001), vai ser o cineasta homenageado no Curtas Vila do Conde 2019, e estará em Portugal para acompanhar toda a retrospectiva. O festival, que decorre este ano de 6 a 14 de Julho, dedicará a sua habitual secção retrospectiva In Focus à obra do realizador, que se tornou numa das sensações do novo cinema independente dos EUA com a sua segunda longa-metragem, Welcome to the Dollhouse (1995), vencedor de Sundance. O mesmo festival recusou Felicidade, que considerou “demasiado desagradável”, mas que acabaria por ganhar o prémio da crítica internacional na Quinzena dos Realizadores em Cannes. 

Solondz esteve por três vezes em concurso em Veneza (com Palindromes, Life During Wartime, que lhe valeu o prémio de melhor argumento, e Dark Horse - Diários de um Falhado), e duas vezes nas secções paralelas de Cannes (Conta-me Histórias em Un Certain Regard e Felicidade na Quinzena dos Realizadores).

Solondz, cujo último filme é Wiener-Dog – Uma Vida de Cão (2016), estará no Curtas em colaboração com a Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa, como um dos convidados do seu programa Summer School. Depois de uma master-class no Porto, Solondz ruma ao Curtas para aí estar de 6 a 10 de Julho, acompanhando uma retrospectiva abrangente que passará pelas suas oito longas-metragens, onde dirigiu actores como Ellen Barkin, Charlotte Rampling, Mia Farrow, Philip Seymour Hoffman, Paul Giamatti, John Goodman, Ben Gazzara, Danny de Vito ou Christopher Walken.