João Júlio Cerqueira: como defender a ciência do “ruído” e das redes sociais?

Esta semana, no podcast Quarenta e Cinco Graus, João Julião Cerqueira fala sobre ciência baseada na evidência.

João Júlio Cerqueira é médico e fundador do Scimed, um site que tem como missão divulgar informação sobre várias áreas da ciência — sobretudo na saúde, das terapias alternativas à nutrição, passando pela protecção do ambiente e por áreas como a energia nuclear.

A conversa com o anfitrião José Maria Pimentel começa pelo trabalho desenvolvido pelo Scimed, esclarecendo questões relacionadas, por exemplo, com as chamadas pseudociências e “medicinas alternativas” como a homeopatia ou a acupunctura. Há tempo para falar sobre o efeito placebo e sobre o facto (que deve servir de reflexão para a comunidade médica) de que, em muitos casos, estes tratamentos alternativos, não sendo válidos cientificamente, têm em quem os pratica uma componente humana, de cuidado e atenção ao doente, que muitas vezes falta aos médicos.

No caso do ambiente, a conversa demora-se sobre o caso do glifosato, um herbicida envolto em polémica. Fala-se ainda sobre a energia nuclear e o modo como pode ser parte da solução para “o problema mais importante deste século”: as alterações climáticas.

Outro foco é o desafio para a ciência de conviver com os enviesamentos cognitivos de cada pessoa, da “má relação” entre a natureza lenta e parcelar da investigação científica e a lógica imediatista das notícias e da base emocional que está subjacente a alguns movimentos ambientalistas, cujos defensores que caem, por exemplo, na chamada falácia naturalista.

Subscreva o programa Quarenta e Cinco Graus no iTunes, Spotify ou nas aplicações para podcasts. Descubra outros programas em publico.pt/podcasts.​