Roger Waters elogia Conan Osiris e pede-lhe que não vá a Israel

Músico fundador dos Pink Floyd e activista pela causa palestiniana escreve carta aberta a Conan Osiris a apelar a boicote ao Festival da Eurovisão, que este ano se realiza em Telavive. A resposta do autor de Telemóveis ainda não chegou.

Foto
Conan Osiris venceu o Festival da Canção com Telemóveis LUSA/Pedro Pina

Com um grande elogio a Conan Osiris, Roger Waters, fundador da banda Pink Floyd, pediu neste sábado ao músico português que irá representar Portugal no Festival Eurovisão da Canção para não ir a Israel em Maio.

Numa carta aberta publicada no Facebook, intitulada Are you the one? (És tu o tal?), Roger Waters usa Conan Osiris para se dirigir aos outros 41 finalistas. “Há alguns dias, escrevi uma carta pessoal ao jovem e talentoso cantor português”, começa a mensagem deste músico britânico que é também conhecido pelo seu activismo político e prossegue há décadas uma carreira a solo depois de abandonar os Pink Floyd em 1985. “Ouvi a canção dele e obtive a seguir a tradução da letra, que fala do uso de um telemóvel para fazer perguntas sobre a vida, a morte e o amor”, continua Roger Waters, sublinhando que Telemóveis, a canção com que Conan Osiris venceu o Festival da Canção, é “muito profunda”.

Roger Waters, um activista pró-palestiniano e apoiante do movimento Boicote, Desinvestimento e Sanções (BDS), que como o nome indica pede um boicote generalizado a empresas, artistas e instituições académicas de Israel devido à acção do Estado nos territórios ocupados da Palestina, afirma também que foi informado por amigos da intenção de Conan Osiris de boicotar a edição do Festival Eurovisão da Canção que vai decorrer em Telavive. “Escrevi-lhe para lhe sugerir que ele tem aqui a oportunidade de erguer a sua voz pela vida e contra a morte, erguer a sua voz pelos direitos humanos e contra os erros humanos”, acrescenta o músico. 

O músico britânico confessa que ainda não obteve resposta de Conan Osiris, acrescentando que o músico português “é aquele que tem amor suficiente no coração para se erguer e fazer a diferença”. Mais à frente, porém, diz que Conan Osiris pode já ter sido persuadido a estar presente em Telavive através de organizações pró-israelitas como a Creative Community for Peace. 

Salvador Sobral: “Tem tudo para ganhar"

Este ano, 41 países disputam o concurso em Telavive (a Ucrânia não estará presente por causa de uma polémica que envolve o conflito com a Rússia), depois de a cantora israelita Netta Barzilai ter ganho a edição anterior em Lisboa com a canção Toy. Está previsto que Conan Osiris actue na primeira semifinal, marcada para 14 de Maio. A segunda semifinal vai decorrer a 16 de Maio e a final está marcada para dia 18 do mesmo mês.

Foi o Comité de Solidariedade com a Palestina que fez chegar neste domingo a carta de Roger Waters às redacções – no fim-de-semana em que Conan Osiris venceu o Festival da Canção, a mesma associação já tinha apelado ao músico para boicotar a Eurovisão, ​num pedido também apoiado pelo SOS Racismo e pelo movimento Panteras Rosa. Há 15 dias, a porta-voz do comité, Shahd Wadi, reconheceu que pode ser difícil a Conan Osiris tomar a decisão de não estar presente em Telavive: “Reconhecemos que não é uma decisão fácil, de largar o glitz e glamour da Eurovisão, mas a custo de quê? O apelo ao boicote dos artistas palestinianos, brutalizados durante décadas pelo Estado de Israel, foi seguido por centenas de artistas internacionais e portugueses, de Roger Waters aos Wolf Alice. Eles percebem que a sua arte tem o poder de ajudar a mudar a situação na Palestina, mostrando a Israel que esta ocupação tem um custo.”

O PÚBLICO não conseguiu obter um comentário de Conan Osiris ao apelo de Roger Waters. Na altura do primeiro apelo do Comité de Solidariedade com a Palestina, Conan Osiris disse ao PÚBLICO que ainda não tinha tido tempo para ler a carta, mas que estava disposto a informar-se: “Não tive oportunidade de estudar a situação, estou aberto a ouvir as perspectivas de pessoas que sabem mais do que eu.” 

Neste domingo de manhã, numa entrevista à agência Lusa sem relação com as declarações de Waters, o músico Salvador Sobral, que em 2017 foi o primeiro a dar uma vitória a Portugal no Festival Eurovisão da Canção, afirmou que Conan Osiris “tem tudo para ganhar” o concurso em Telavive. “[Conan Osiris] é impactante, é diferente, é estranho, e é o que as pessoas gostam. Aquilo é um espectáculo de entretenimento e [ele] é entretenimento puro. É chocante, tem tudo para ganhar.” com Mariana Duarte

Sugerir correcção