Nelson de Souza: o Centeno de Costa na Câmara de Lisboa

O novo ministro trabalhou com António Costa na Câmara de Lisboa, onde foi seu director municipal de Finanças e assessor.

Nelson de Souza é o novo ministro do Planeamento
Foto
Nelson de Souza é o novo ministro do Planeamento DR

Com 64 anos, Nelson de Souza é o mais velho de todos os novos membros do Governo e dos reconduzidos que tomarão posse nesta segunda-feira. O até agora secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão, que sobe a ministro do Planeamento, não é da geração de Pedro Nuno Santos ou de Mariana Vieira da Silva, nem sequer de António Costa, mas é uma pessoa da confiança do primeiro-ministro e do ex-ministro Pedro Marques.

Costa e Souza têm em comum a ligação familiar à Índia – o novo ministro nasceu em Goa - e trabalharam juntos na Câmara de Lisboa, onde o segundo foi assessor do gabinete do primeiro e também seu director municipal de Finanças - uma espécie de Mário Centeno na autarquia. Também já se tinham cruzado no governo de António Guterres. Costa foi ministro dos Assuntos Parlamentares, Souza foi chefe de gabinete do ministro da Economia e mais tarde secretário de Estado das Pequenas e Médias Empresas, do Comércio e dos Serviços.

Ângelo Nelson Rosário de Souza é licenciado em Finanças pelo Instituto Superior de Economia. Profissionalmente, foi gestor do Programa Compete/QREN e do Prime, integrou o conselho de administração do IAPMEI, foi subdirector-geral na Direcção-Geral da Indústria, fez parte da comissão executiva da Associação Industrial Portuguesa e exerceu actividade em diversas empresas privadas. Conhece bem “os programas nacionais e europeus de apoio às empresas e à economia”, de acordo com a nota biográfica publicada no portal do Governo. Dirigiu ainda a Associação Industrial Portuguesa até 2013.

Sugerir correcção