Grupo de graffiters agride funcionários ao vandalizar Alfa Pendular

Três funcionários foram agredidos em Loulé. Comboio procedente do Porto chegou a Faro com mais de uma hora de atraso.

Foto
NELSON GARRIDO / PUBLICO

Um grupo de seis jovens “atacou” na noite desta terça-feira um comboio Alfa Pendular na estação de Loulé, no Algarve, tendo agredido três funcionários ferroviários.

Os jovens bloquearam as portas da composição — o que impede que esta se ponha em movimento — e aproveitaram para graffitar as carruagens. Quando o revisor do comboio e o maquinista da composição tentavam desbloquear as portas para as fechar, foram agredidos pelos graffitters.

O funcionário da CP em serviço na bilheteira da estação foi também agredido e teve de ser atendido no centro de saúde.

A GNR de Loulé foi chamada ao local, mas não houve detenções, uma vez que o grupo já tinha abandonado o local.

O comboio era o Alfa Pendular procedente do Porto com destino a Faro e efectuava a sua penúltima paragem na estação de Loulé, pelas 20h38, quando foi alvo de vandalismo. Apesar das agressões, a tripulação, que só sofreu ferimentos ligeiros, levou o comboio até Faro, onde chegou com mais de uma hora de atraso.

Fonte do comando territorial da GNR de Faro disse ao PÚBLICO que “decorrem averiguações para tentar identificar os indivíduos”.