Torne-se perito

Utentes dos Transportes de Lisboa pedem "rápida conclusão das obras" do metro de Arroios

A estação de Arroios está encerrada desde 19 de Julho de 2017 para obras de ampliação mas não há fim à vista.

Foto
Nuno Ferreira Santos

A Comissão de Utentes de Transportes de Lisboa (CUTL) distribuiu nesta segunda-feira panfletos nas imediações da estação do metro de Arroios, encerrada desde Julho de 2017, pedindo "uma mais rápida conclusão das obras" de ampliação.

Em declarações à agência Lusa, Cecília Sales, da CUTL, explicou que o grupo se reuniu nas ruas Morais Soares e Almirante Reis, à volta da Praça do Chile, em Lisboa, para distribuir um pequeno documento onde estão explicados os problemas pelos quais passam os moradores e utentes do metro da zona.

"Os cartazes afixados explicam também esta situação da obra parada sem saber sequer quando é que tem conclusão", disse Cecília Sales, adiantando que "era suposto" a obra ter sido entregue pronta agora em Janeiro, mas agora que o Metropolitano de Lisboa rescindiu contrato com o empreiteiro "vai atrasar tudo e não se sabe quando ficará pronta".

O Metropolitano de Lisboa rescindiu no início de Janeiro o contrato com o empreiteiro da obra da estação de Arroios devido ao atraso dos trabalhos, indicando que será lançado novo concurso público para a escolha de outro empreiteiro.

Cecília Sales adiantou que a comissão de utentes não está contra o facto de o Metropolitano ter rescindido o contrato, afirmando que "fez muito bem, pois eram vários os atropelos à obra por parte do empreiteiro".

A responsável acrescentou ainda que a comissão tem recebido "muitas queixas" por parte dos utentes, lembrando que a Carris "não reforço carreiras, nem colocou um 'mini-bus' alternativo".

"As pessoas que moram na zona têm de ir a pé ou para a Alameda ou para os Anjos, o que já dura há mais de um ano e agora ainda vai demorar mais tempo", acusa Cecília Sales.

Mais de um ano depois do encerramento da estação de Arroios e face à recente informação de que o Metro de Lisboa irá lançar novo concurso público, a Comissão de Utentes de Transportes de Lisboa exige, igualmente, que o Metro informe os utentes, moradores e comerciantes de Arroios dos prazos para a conclusão da obra.

A estação de Arroios está encerrada desde 19 de Julho de 2017 para obras de ampliação, de modo a permitir a circulação de comboios com seis carruagens em toda a Linha Verde, sendo inicialmente previsto que terminassem em Janeiro deste ano, estando atrasadas e a condicionar, igualmente, o comércio local.

Sugerir correcção