Opinião

O nosso queijo

O preço do leite de ovelha espanhol custa à volta de 80 cêntimos o litro, enquanto o português sai por 1,20 euros. Mas não é só uma questão de preço: é de proximidade.

Tenho de agradecer a nova legislação para a rotulagem dos nossos queijos de ovelha. Dantes não sabíamos a proveniência do leite. Agora os queijos feitos com leite estrangeiro têm de indicar no rótulo que o leite vem da UE.

Nenhum queijo tem direito à designação DOP, se for feito com leite estrangeiro. Claro que não tenho nada contra o leite estrangeiro ou os maravilhosos queijos estrangeiros que com ele se fazem. Já provei bons queijos portugueses feitos com leite espanhol – mas não é a mesma coisa.

O preço do leite de ovelha espanhol custa à volta de 80 cêntimos o litro, enquanto o português sai por 1,20 euros. Mas não é só uma questão de preço: é de proximidade.

Os produtores dos melhores queijos de Serpa, Serra da Estrela e Azeitão conhecem os rebanhos que dão o leite. Idealmente são até proprietários. Isto permite controlar de perto qualquer variação indesejada no leite, atendendo à alimentação e à saúde geral dos animais.

No entanto, é a boca que tem de decidir. Quem diria, por exemplo, que um queijo da Serra feito por um político (embora Jorge Coelho não seja um político qualquer) fosse incontestavelmente um dos melhores? Eu não. Mas é. A queijaria Vale da Estrela ainda não tem rebanhos próprios, mas o Serra DOP que produzem é espantosamente bom.

Um Serra DOP exímio em que os produtores também são pastores é o da Quinta da Lagoa em Vale de Medeiros. Um dos prazeres que tenho é falar com eles. Telefono-lhes para lhes dar os parabéns e, ficando à conversa, aprendo a dar mais valor às nossas coisas.