Nós os Arroianos: João filmou um tributo à António Arroio

A Escola Artística António Arroio “não é só o que se vê na televisão” e o documentário Nós os Arroianos pretende mostrar “de que era feita a escola" de Lisboa. Isto é, "os alunos e os professores”. Para João Sanchez, o realizador do filme, o que a escola tem de especial são os “alunos que dançam, cantam e pintam livremente na rua, que comem no chão diariamente e tiram o máximo proveito disso". "Mesmo que não se conheçam uns aos outros, há um enorme sentimento de irmandade no ar.” Afinal, são “todos arroianos” — e “o filme é para essas pessoas.”

Com Nós os Arroianos, João Sanchez, de 20 anos, quis traçar “retrato nu e cru da Escola Artística António Arroio, sem embelezar aquilo que nunca quis ser embelezado”. A ideia surgiu no ano lectivo 2015/2016, quando o jovem frequentava o último ano da especialização em Cinema na escola. Mas quando se deparou com mais de quatro horas de filmagens em bruto, “o filme ganhou [uma nova] forma”. Tornou-se, assim, “num tributo à amizade, àquela escola, àqueles professores, àquela ilha, àquelas malditas paredes brancas”.

Nós os Arroianos estreou-se em Janeiro de 2018 na Cinemateca de Lisboa, com sala cheia. "Havia pessoas sentadas nas escadas, outras em pé, é algo que até hoje não me esqueço", relembra João. O documentário sobre a escola secundária lisboeta, feito sob o selo de produção Pagárrenda, já está disponível no YouTube. 

Este não é o primeiro filme de João: no final do último Verão, o lisboeta decidiu abordar A maneira certa de encontrar casa na sua cidade e ligar para os contactos telefónicos de anúncios de arrendamento que circulam na Internet, questionando os elevados preços praticados. Um T1 por dois mil euros? João ligou a perguntar porquê foi o vídeo mais visto, em 2018, no P3.

Gostas de fotografar e tens uma série que merece ser vista? Não consegues parar de desenhar, mas ninguém te liga nenhuma? Andas sempre com a câmara de filmar para produzir filmes que não saem da gaveta? Sim, tu também podes publicar no P3. Sabe aqui o que tens de fazer.

Sugerir correcção