Incêndio em Loulé dominado, mas continuam 524 operacionais no terreno

Incêndio deflagrou às 11h23 na freguesia do Ameixal e foi dado como dominado quase dez horas depois.

Foto
Os meios foram reforçados ao longo do dia LUSA/PAULO CUNHA/Arquivo

O incêndio que deflagrou na manhã deste sábado em Ameixial, concelho de Loulé, Faro, foi dado como dominado às 21h08, disse ao PÚBLICO Rolanda Jesus, do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro. Os meios de combate ao incêndio foram reforçados no final da tarde de sábado e chegaram a estar envolvidos 545 operacionais, apoiados por oito aeronaves. Às 23h20, estavam no terreno "nos trabalhos de rescaldo" 522 operacionais, apoiados por 186 viaturas e 12 máquinas de rasto. 

Antes de ter sido dado como dominado, estiveram activas duas frentes activas até ao final do dia — uma mais a Sul e a Oeste e outra mais a Norte, próxima do Alentejo — e era esta última que causava mais preocupação e dificuldade por causa das condições de acesso dos meios terrestres, disse porta-voz do comando distrital de Faro ao PÚBLICO. Não era posta a hipótese de evacuar aldeias, acrescentou.

Manuel Cordeiro, adjunto de operações da ANPC, explicou à Lusa, pelas 15h10, que uma das frentes activas na altura, virada a Sul, de um quilómetro, consumiu uma área de eucaliptal “de difícil acesso, aumentando de intensidade em vários pontos”. A outra frente activa, virada a oeste, tinha "um quilómetro de meio e lavra numa zona de mato e de eucaliptos".

Já a meio da tarde, pelas 15h10, a Protecção Civil indicava que as chamas, que lavram desde as 11h23, estavam a ser combatidas por 276 operacionais, 89 viaturas e cinco aeronaves. Os meios foram sendo reforçados ao longo do dia.

Sugerir correcção